Dicas de como construir uma boa reputação digital

Resultados positivos nas primeiras páginas dos mecanismos de busca são fundamentais para a construção da reputação digital de um político e para toda estratégia de comunicação e marketing político digital.

Se as pessoas buscam informações na internet quando querem comprar um tênis ou uma geladeira, por quê fariam diferente quando buscam informações sobre os políticos?

Nas últimas eleições, Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) teve o maior percentual de renovação de parlamentares dos últimos 24 anos. São 52 deputados novatos, de um total de 94.

Muitos desses novos parlamentares são oriundos da militância virtual, não possuem trajetória política anterior e não ocuparam outros cargos públicos.

Essa grande mudança no perfil dos deputados estaduais de São Paulo é reflexo da insatisfação popular com seus representantes políticos e os constantes escândalos de corrupção.

Porém, em parte, também pode ser explicada pela transformação na forma de fazer comunicação e marketing político.

A importância de uma boa reputação digital

Alguns meses antes das eleições de 2018, fiz uma pesquisa sobre a reputação digital, com dados sobre redes sociais, canais próprios e indexação em mecanismos de busca dos então 94 deputados estaduais de São Paulo.

Cerca de 68% dos deputados estaduais de São Paulo contavam com notícias negativas em sua primeira página de pesquisa no Google. Destes, cerca de 32% possuíam mais de três resultados negativos.

Essas menções negativas eram sobre temas diversos, com destaque para acusações/condenações por improbidade administrativa.

Também apareceram diversas acusações na esfera criminal, como agressões, estelionato, falsidade ideológica e até uma acusação de assassinato.

Outros pontos comuns nos resultados foram: sites com pouca indexação, informações conflitantes, telefones e dados de contatos errados ou inexistentes, links quebrados e indicações para redes sociais que não existiam mais ou deixaram de ser atualizadas há anos.

Seis deputados não possuíam sequer um site e outros seis tinham blogs hospedados em serviços como Bloguer e Blogspot.

Diversos deputados utilizavam ferramentas gratuitas para criação do site, como WIX, que não são bem indexadas.

“Como construir minha reputação digital?”

Não existe forma de controlar 100% do conteúdo exibido pelos mecanismos de busca. Mas, com trabalho de médio e longo prazo, é possível indexar conteúdos relevantes e positivos ao político e “esconder” links nas páginas mais distantes do Google e Bing. Abaixo, listo algumas dicas.

1 – Tenha um bom site

O site é o maior ativo do político na internet. É por meio dele que os eleitores conhecerão o seu trabalho, as bandeiras que defende, seu currículo, trajetória, projetos, leis aprovadas, entre outras informações.

Mantenha o site atualizado, com as informações corretas e publique conteúdo relevante regularmente.

Além disso, ele deve contar com otimização para SEO (Search Engine Optimization) e ser responsivo para aparelhos mobile.

2 – Preste atenção na Wikipedia

A Wikipedia aparece sempre entre os primeiros resultados de busca. Porém, poucos políticos prestam atenção nas informações que constam lá.

Em minha pesquisa, a maior parte dos deputados estaduais possuía somente 2 ou 3 linhas em seu verbete.

3 – Mantenha suas redes sociais atualizadas

Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube, estão entre os primeiros resultados que surgem nas ferramentas de busca quando é digitado o nome do político.

Mantenha suas redes sociais atualizadas e com conteúdo relevante.

4 – Utilize um agregador de releases

Um agregador de releases, como o DINO, distribui seu conteúdo para milhares de jornalistas e garante a publicação do material em uma boa rede de sites parceiros, com grandes veículos de imprensa.

A ferramenta pode ser uma importante aliada para indexar conteúdo positivo e relevante para o político e divulgar suas bandeiras.

5 – Monitore. Quando possível, converse

Analise separadamente os resultados negativos com potencial de gerar uma crise. Veja se as matérias possuem erros ou imprecisões e entre em contato com os veículos.

Muitas vezes, o veículo de imprensa está aberto para fazer correções no conteúdo, publicar uma errata, acrescentar uma resposta do político ou mesmo tirar a matéria errada do ar.

Uma boa reputação digital caminha junto com uma narrativa sólida 

De nada adianta construir um belo site, estar presente em todas as redes sociais se o político não possui uma narrativa coerente e que faça sentido para o eleitor. O conteúdo da mensagem é tão ou mais importante que a forma.

Deixo aqui um vídeo que com certeza vai te ajudar a compreender a importância de uma boa narrativa e de um conteúdo bem produzido:

 

Avatar

Felipe Tonet

Flipboard

Jornalista, especializado em Gestão da Comunicação em Plataformas Digitais pela ESPM, é consultor e estrategista digital. Possui experiência em gestão de crises, construção de reputação digital e mobilização em mandatos políticos e campanhas eleitorais.

leia mais

Mais artigos do autor:

séries sobre comunicação política Leia mais

19 de julho de 2019

Avatar

Trabalha com comunicação política ou gosta do tema? A Netflix tem alguns títulos bem interessantes. Veja alguns que separei para você!

O Twitter pode ser um importante canal de comunicação para partidos e políticos. Leia mais

07 de maio de 2019

Avatar

Saiba como utilizar o Twitter na comunicação política e na construção da imagem e da reputação digital de políticos e partidos.

Artigos Relacionados:

pesquisa no facebook Leia mais

28 de julho de 2019

Avatar

Utilizar informações do Facebook para pesquisa tem sido uma prática cada vez mais frequente no planejamento de marketing político. Saiba mais sobre o tema.

séries sobre comunicação política Leia mais

19 de julho de 2019

Avatar

Trabalha com comunicação política ou gosta do tema? A Netflix tem alguns títulos bem interessantes. Veja alguns que separei para você!