Como conseguir melhores oportunidades na comunicação e no marketing político 

Boas oportunidades não surgem do nada, é preciso aprender a balançar a árvore. Muitas vezes alguém olha meu trabalho e  pensa que, de alguma forma, encontrei facilidades como um bom momento de um político ou de uma gestão, uma circunstância favorável ou que talvez, eu apenas tenha tido sorte. Considero isso o mesmo que acreditar que as melhores frutas cairão diretamente no seu colo, no momento exato que você está embaixo de uma árvore. É quase como acreditar no Papai Noel sendo um adulto que paga suas contas.

Se você tem uma escada, ficará mais fácil ter acesso as melhores frutas, mas exigirá que você se arrisque subindo e, depois que chegar lá em cima, terá que saber quais das frutas estão no ponto certo.

Balançar a árvore é sobre empregar a força necessária para ter bons resultados, com o menor risco possível, e sair do pomar satisfeito.

Eu preciso dizer uma coisa: em toda profissão é esperado que as pessoas te julguem pelos sucessos e insucessos, mas esse é o julgamento dos colegas, não dos clientes.

Os clientes têm outra forma de ver as situações, até porque sabem que o seu trabalho faz parte de um conjunto. O que faz com que você tenha boas oportunidades, e por consequência, boa remuneração, tem a ver com credibilidade.

Se você acha que já chegou aonde podia na sua carreira, há algo errado. Com você.

No meu início eu não tinha uma série de coisas que existem hoje. Eu era mais jovem, com pouca experiência e as pessoas tiveram que confiar em mim. O que fazia com que isso acontecesse antes de ter meu nome conhecido era o meu preparo. Estudei a política, a comunicação e o uso de tecnologia. Fiz parte de campanhas de rua como militante, na organização de grupos e nas conversas com segmentos. Respirei, comi e bebi esse universo durante as últimas duas décadas, sempre com a cabeça pronta para abandonar o que eu sabia e aprender coisas novas.

É essa experiência que sempre busco passar para você, de forma que você consiga aplicar no seu dia a dia, independente da sua estrutura, independente das circunstâncias. Tudo o que ensino hoje, poderia ter me poupado muito trabalho. Poderia ter me levado mais longe e mais rápido.

Você precisa, o quanto antes, entender uma coisa: o que vai te salvar o dia, na maioria das vezes, não diz respeito a uma ideia genial que você ou alguém teve, mas a um processo de trabalho que te permitiu identificar problemas e criar soluções quando todos estão prestando atenção em outras coisas. Saiba que assim como você, eu não tenho todas as respostas. Mas pelo hábito, pela experiência em campo, em anos de comunicação política pelo Brasil todo e em todas as esferas (municipal, estadual e federal), com campanhas para todos os pleitos, da vereança a presidência, é que eu consegui chegar nas perguntas certas, que é o que vai te levar às respostas que você precisa.

Trabalhando com comunicação política temos o poder de mudar as coisas e também uma grande responsabilidade. É preciso antever movimentos de adversários, lidar com o momento de vida de cada cidadão, entender como a mensagem deve ser passada para que seja melhor compreendida, ter controle de tudo que está acontecendo, principalmente, nos momentos mais caóticos, e, claro, estar preparado para todo tipo de desdobramento que exija movimentos rápidos e precisos.

O que posso fazer por você

Honestamente, não posso te ensinar a vencer campanhas. Posso te ensinar a fazer o melhor, a ter cases de sucesso mesmo diante de resultados ruins, a conseguir melhores oportunidades para sua carreira, a ter uma remuneração compatível com o seu conhecimento e, mais do que isso, a se destacar em meio a tantos outros profissionais.

Quer saber por onde começar? Trouxe cinco dicas que acredito que poderão te ajudar nessa mudança de posicionamento e mentalidade para encarar uma fase mais madura profissionalmente e, além delas, tenho conteúdos disponíveis no YouTube que podem te ajudar nessa caminhada.

Conheça o meu canal com vídeos de dicas de marketing político:

5 dicas para quem trabalha com comunicação e marketing político

O que listarei a seguir não é uma regra, mas depois de tanto tempo trabalhando com marketing político, posso garantir que elas não costumam falhar!

1. Garanta uma boa exposição nos mecanismos de busca

Agora que você compreendeu que é preciso balançar a árvore, deve  saber o que fazer com os frutos. De nada adianta todo o esforço da colheita, se ninguém sabe onde comprar sua compota. Invista e profissionalize seus canais (site, blog e redes sociais), fale sobre seus cases de sucesso, atualize regularmente sua biografia e nunca descuide do seu marketing pessoal.

2. Produza conteúdo relevante. RELEVANTE

Esta dica vai te ajudar com a anterior, mas de nada vai adiantar sair produzindo materiais aleatórios e pensando apenas no volume de publicações. É preciso produzir conteúdos relevantes, o que significa escrever sobre aquilo que é útil para quem está procurando, e não necessariamente o que você quer falar. Uma dica bônus que é tão importante quanto as outras: tome muito cuidado com o que publica em suas redes “pessoais”, afinal, pessoas que trabalham na área também podem estar lá. Use com moderação!

3. Aumente seu networking, você não faz isso do sofá!

Conhecer profissionais da área é uma ótima opção para quem quer a atenção do mercado. Além de conviver com pessoas que partilham rotinas semelhantes, você poderá mostrar seu trabalho e competência, o que você não consegue apenas ficando em casa. Vá a eventos, frequente cursos, palestras, converse com pessoas!

4. Partidarize-se!

Para quem está começando na carreira, é importante ter um ponto de partida. Filie-se a um partido, frequente reuniões e saiba como funcionam as dinâmicas intrapartidárias. Mas calma, isso é  um exercício de conhecimento e não precisa ter o cunho ideológico.

5. Tome cuidado com as suas alianças

No meio político, infelizmente, as pessoas acabam fazendo um prejulgamento a seu respeito com base nas pessoas com quem você anda. Busque estar cercado de profissionais que possam te agregar conhecimento e experiência, e que compreendam como as coisas funcionam neste nosso meio.

“Quero aprender mais sobre marketing político, qual é o melhor caminho?”

Tudo o que escrevi até aqui foi baseado nas minhas experiências e é o que costumo falar para quem me procura em busca de ajuda para se tornar um profissional melhor.

Agora, no aspecto mais técnico da coisa, recomendo o Guia do Marketing Político a todos que trabalham na área ou se interessam pelo tema. O Guia tem um conteúdo muito variado, de e-gov a planejamento de campanha eleitoral e, além disso, está sempre disponível para consultas rápidas sobre dúvidas que surgem no dia a dia.

Saiba mais sobre o Guia do Marketing Político:

Gostou do conteúdo? Faça parte da minha lista de transmissão no WhatsApp enviando uma mensagem para (61) 99815-6161 e receba materiais sobre comunicação e marketing político.

Marcelo Vitorino

Marcelo Vitorino

Flipboard

Professor na ESPM e consultor de comunicação e marketing digital, reúne experiência no marketing corporativo, eleitoral, institucional e político. Costumo enviar conteúdos de comunicação e marketing político por WhatsApp. Caso queira receber, basta adicionar o meu número (61) 99815-6161 na sua lista de contatos e me mandar uma primeira mensagem com seu nome.

leia mais

Mais artigos do autor:

10 coisas que todo mundo deveria saber Leia mais

08 de janeiro de 2019

Marcelo Vitorino

Marcelo Vitorino fala sobre 10 coisas que todo político eleito deve saber para um bom mandato

o que esperar das campanhas eleitorais em 2018 Leia mais

18 de dezembro de 2016

Marcelo Vitorino

O marketing político tradicional não impacta mais os eleitores como antes. Será preciso apostar no marketing digital e na mobilização da militância. Leia!

Artigos Relacionados:

Leia mais

18 de setembro de 2019

Tainã Gomes de Matos

Conteúdos políticos, inclusive as emendas parlamentares, precisam de "traduções" para garantir que a mensagem faça sentido para o eleitor. Saiba mais!

Como agir na crise - Marcelo Vitorino Leia mais

09 de setembro de 2019

Avatar

Como lidar com a gestão de crises de fatos do passado e combater fake news utilizando a militância de seu candidato? Saiba mais!