Como Jornalistas podem trabalhar no marketing político

Estamos há poucos meses do início das eleições 2022 e faltam profissionais para trabalhar em campanhas eleitorais. O mercado de marketing político está aquecido, várias candidaturas procurando profissionais e muitos políticos e pré-candidatos chamando jornalistas e assessores de imprensa para trabalhar no marketing político das candidaturas.

Tenho visto muitos colegas jornalistas que trabalham com assessoria de imprensa e assessoria de comunicação parlamentar tendo que assumir o desafio de coordenar e trabalhar no marketing de campanhas eleitorais. Foi assim que comecei minha carreira no marketing político e sei como é difícil sair da informação para o conteúdo de venda da noite para o dia. São mundos muito diferentes, tanto na linguagem quanto no objetivo. Mas é possível se preparar e fazer essa expansão de carreira para atuar no marketing político.

Oportunidades de trabalho para jornalista no marketing político

Há um universo de possibilidades para jornalistas que desejam ampliar a área de atuação e trabalhar com marketing político. E, em geral, essas profissões oferecem mais oportunidades de trabalho e são mais bem remuneradas. Costumo dizer que o redator é o coração da comunicação política, é ele quem dá o tom de todos os produtos que serão desenvolvidos na comunicação com o cidadão ou eleitor. É o conteúdo que conecta o eleitor a um projeto político.

O jornalista pode trabalhar como:

  • redator político
  • roteirista de programas de TV e vídeos para Youtube e redes sociais
  • conteudista
  • social media
  • analista de relacionamento
  • escritor de discursos
  • preparador para debates
  • media training
  • coordenador

O que todo jornalista deveria saber sobre marketing político

Uma das principais dificuldades dos jornalistas que começam a atuar no marketing político é produzir conteúdos para as redes sociais que gerem engajamento. E há uma pressão absurda dos políticos por cobertura em tempo real nas redes sociais, aumento de curtidas, crescimento de seguidores, publicação de fotos de agenda e mais uma porção de coisas que não são necessariamente as mais estratégicas para a comunicação.

Antes o jornalista ou assessor de imprensa tinha que produzir conteúdo para a mídia tradicional, sem se preocupar em formar juízo de valor e sem a necessidade de interação com o eleitor. Hoje, esse profissional se vê “obrigado” a expandir a entrega do conteúdo político para uma infinidade de públicos em vários tipos de canais, como Instagram, Youtube, WhatsApp, site e Tik Tok.  A comunicação que antes era informativa, sem interação, com uma lógica unidirecional, passou a ser focada na interação, na capacidade de ser encontrável no Google, na necessidade de produzir conteúdos de aprofundamento e de entretenimento.

O que os jornalistas podem aprender para trabalhar com marketing político

O segredo para jornalistas trabalharem com marketing político é aceitar que quem informa é o noticiário. No marketing político trabalhamos para levar o eleitor a criar uma imagem que gere identidade com um político ou candidatura.

Compartilho algumas dicas que me ajudam nessa expansão de carreira quando eu estava começando:

 

Para auxiliar profissionais que querem expandir suas carreiras eu e o professor Marcelo Vitorino desenvolvemos o curso Do Jornalismo ao Marketing Político, específico para jornalistas que precisam aprender de forma rápida e prática a atuar no marketing político. No curso ensinamos como transformar o conteúdo do jornalismo em produtos de marketing, como atrair a atenção do eleitor, o que publicar e o que não publicar nas redes sociais e o passo a passo das melhores formas de usar a internet para a comunicação política de candidatos e mandatários.

Vale a pena investir no marketing político. No início é difícil, cada texto parece um monstro ou uma agressão aos princípios do jornalismo. Mas depois que a gente entende que pode ser um profissional mais completo, ganhando mais e que há o espaço certo para cada tipo de conteúdo, passa a ser muito divertido e viciante.

Até a próxima!

PS. Eu tenho uma lista de transmissão no Whatsapp sobre comunicação e marketing político. Caso queira fazer parte, envie uma mensagem para o número 61 98156-0888.

Fabiana Vitorino

Fabiana Vitorino

Especialista em Comunicação Política. Atuo há mais de dez anos com consultoria de comunicação para políticos, governos e instituições. Em 2020, coordenei a equipe de marketing digital da campanha vitoriosa de Arthur Henrique para prefeitura de Boa Vista, encabeçada por Marcelo Vitorino e Natália Mendonça. Fui assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg (PSB/DF), assessorei o atual senador Reguffe (Podemos/DF) nos mandatos de deputado distrital e federal, coordenei a comunicação da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB/AC) e participei da comunicação de diversas campanhas eleitorais para prefeito, senador, deputado distrital e Ordem dos Advogados do Brasil. Sou pós-graduada em Gestão da Comunicação nas Organizações (MBA) e pós-graduanda no MBA em Comunicação Governamental e Marketing Político(IDP).

leia mais

Mais artigos do autor:

Fabiana Vitorino - Pré-candidatos podem impulsionar conteúdos em pré-campanha? Leia mais

15 de dezembro de 2021

Fabiana Vitorino

Candidatos precisam ter cuidado para não ter problemas com a legislação eleitoral ao fazer impulsionamento antes do período eleitoral

Leia mais

17 de junho de 2022

Fabiana Vitorino

Existem muitas oportunidades para jornalistas que desejam trabalhar com marketing político. Aprenda como aproveitá-las!

Artigos Relacionados:

conheça os melhores cursos de marketing político para candidatos Leia mais

20 de maio de 2022

Nataly Maier

Conheça os melhores cursos de marketing político para candidatos e prepare-se para os desafios eleitorais.

live-3-lados-impulsionamento-eleitoral-estratégia-marketing-politico-marcelo-vitorino-natalia-mendonça-gustavo-kanffer Leia mais

18 de fevereiro de 2022

Marcelo Vitorino

O impulsionamento eleitoral tem que ter 3 lados bem afiados e afinados entre si: técnico, jurídico e estratégico. Conheça-os!