“Precisamos fomentar o debate sobre equidade e oportunidades para as mulheres no marketing político”

Uma conversa rápida sobre comunicação política com Fernanda Camargos pode se prolongar sem que se perceba o tempo passando. Bem humorada, tende a fazer comentários diretos e afiados mesmo com a câmera ligada.

Sua competência para lidar com situações de crise, abriram e continuam abrindo portas para projetos na área política. “Em campanha é bem diferente do clima corporativo, a pressão para não errar é muito grande. É uma chance única, a próxima, se tiver, anos depois”, avisa Camargos.

Fernanda é uma das convidadas do “Campanhas de Mulher”, um seminário focado em estratégias de comunicação política realizadas por profissionais mulheres.

Mariah Sampaio, uma das organizadoras do evento conta que a ideia do evento surgiu quando ao realizar um curso sobre o tema, percebeu que a única palestrante feminina que coordenou campanha em 2018 não era brasileira. “Isso nos indagou pois conhecíamos excelentes profissionais que tinham muito a compartilhar e dizer. Logo após o curso, vimos uma postagem de um comunicador, que é referência na área, falando sobre a falta de mulheres no meio”, afirma.

Para conhecer um pouco mais essas profissionais, o Marketing Político Hoje conversou com Fernanda Camargos sobre sua experiência, expectativas no mundo do marketing político e representatividade feminina no mercado. Contamos um pouco:

Trajetória no mundo do marketing político

Durante a faculdade de publicidade e propaganda, tive uma matéria sobre marketing político e foi amor à primeira vista. Tivemos que simular uma campanha eleitoral e aquela atmosfera frenética, fazendo de tudo um pouco e com prazo apertado era tudo o que eu queria. Acho que sou uma das poucas que entrou nessa já sabendo como seria.

Depois disso direcionei minha busca por colocações profissionais para a área e comecei a fazer cursos, a me especializar mesmo. Finalizei recentemente meu MBA em marketing e agora já estou de olho em novas empreitadas acadêmicas.

A experiência entre assessorar parlamentares e candidatos

Quando você trabalha com a comunicação de mandato, você tem mais tempo para se planejar, consegue explicar temas com profundidade ao longo de dias e até meses.

Além do mais, a agenda do parlamentar tem mais espaços para gravações, visitas e demais atividades.

Já na campanha, eu me sentia dentro de um castelo de cartas e sempre que alguma ação do planejamento não era executado no tempo correto, as ações seguintes ficavam prejudicadas. Com relação ao conteúdo, precisa ser mais objetivo e certeiro. A pressão para não errar é muito grande.

A importância da representatividade feminina e “campanhas de mulher”

Acredito que o Seminário Campanha de Mulher seja importante na questão da representatividade. Afinal, muitas mulheres trabalham na área e, por alguma razão, não possuem boas referências e inspirações femininas. Outro ponto que considero muito válido é o fomento do debate sobre equidade e oportunidades para as mulheres no marketing político.

Sem dúvidas, 2018 foi um ano bem diferente para quem trabalha com marketing político.

O jogo ganhou novas regras e tivemos que aprender a fazer uma pré-campanha mais longa e desafiadora. Ganhamos mais tempo para divulgarmos as ideias e propostas dos candidatos e, por outro lado, tempo de exposição para sofrer com as fake news também foi maior.

Pretendo levar para o seminário as estratégias que utilizamos neste processo e as experiências aprendidas nele.

Mais detalhes sobre o Campanha de Mulher

No dia 18 de maio acontecerá em Brasília o Campanha de Mulher: I Seminário de Comunicação Política, que trará cases de sucessos comandados por grandes mulheres do cenário do marketing político atual. Duas das palestrantes você já conhece aqui do blog, as autoras Natália Mendonça e Fernanda Camargos compõem o time das dez profissionais que falarão no evento.

Local: Auditório da Aliança Francesa de Brasília – Brasília, DF
Data: 18 de maio de 2019
Horário: 09h-18h

Maíra Moraes

Maíra Moraes

Flipboard

Doutoranda em Comunicação e Sociedade na Universidade de Brasília (UnB), pesquisa as relações de poder implicadas no processo de produção de notícias e como as realidades são construídas por meio de narrativas e práticas dominantes. É gerente de projetos certificada PMP®, especializando-se na implementação de metodologias híbridas (presencial e a distância) de educação em redes públicas estaduais e municipais.

leia mais

Mais artigos do autor:

Leia mais

25 de janeiro de 2019

Maíra Moraes

Conheça a Presença Online, a primeira escola especializada em marketing e comunicação política no Brasil. Inscreva-se nos cursos presenciais ou on-line.

Foto do professor de marketing político Marcelo Vitorino Leia mais

10 de agosto de 2018

Maíra Moraes

“Coisas que todo profissional que quer trabalhar com marketing político digital” está disponível para compra nos formatos impresso e digital.

Artigos Relacionados:

Leia mais

06 de junho de 2019

Avatar

Construa um mailing segmentado, que te possibilite ser assertivo e falar com as pessoas que realmente estão interessadas nos temas que você defende.

Bandeiras do brasil e de portugal para simbolizar os aprendizados das eleições dos dois países Leia mais

04 de junho de 2019

Marcelo Vitorino

As eleições no Brasil são provas do poder e influência das fake news. Veja algumas lições aprendidas que poderão ajudar nas próximas eleições portuguesas!