Dicas para usar o Twitter na comunicação política

Após alguns anos perdendo usuários, prestígio e acumulando atualizações fracassadas, o Twitter está de volta. O microblog voltou a ter relevância, conquistou novos usuários e se tornou um dos principais canais de comunicação de políticos e personalidades. Atualmente o Twitter possui 321 milhões de usuários em todo o mundo.

Curiosamente, a comunicação política teve um papel importante nesta retomada do Twitter. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é um usuário assíduo da rede social, que utiliza como principal canal de comunicação.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro, que possui 4,13 milhões de seguidores na rede e também utiliza o Twitter como importante canal de comunicação. Além disso, diversos outros políticos criaram ou reativaram seus perfis na rede social recentemente.

Dicas para quem pretende utilizar o Twitter na comunicação política:

Foto do perfil, capa e descrição

Eu sei que parece óbvio, mas comece pelo começo. Escolha uma boa foto para colocar no perfil e uma imagem de capa que transmita a mensagem desejada. Seja claro e objetivo na descrição. Utilize os 160 caracteres para apresentar seus posicionamentos e bandeiras.

Foque no Conteúdo

O Twitter hoje permite posts de até 280 caracteres, o dobro do tamanho do início da rede social. Além disso, as threads, sequências de posts sobre um mesmo tema, se tornaram muito populares no microblog.

Foque em posts com conteúdo ideológico, opiniões claras e defesas de causas e bandeiras do mandato. Conteúdos meramente informativos tendem a ter alcance e engajamento menor.

Utilize hashtags, participe dos debates

Tuitar sobre as hashtags que estão em alta e os assuntos mais comentados do momento é fundamental para aumentar o engajamento do seu perfil, além de facilitar a conquista de novos seguidores.

Responda os comentários feitos em suas postagens, acrescente outras informações, dados e opiniões. Participe dos debates em outros perfis, concorde e discorde de opiniões. Converse.

A regra vale para todas as redes sociais, mas no Twitter é fundamental: Fale com o seu seguidor e não para o seu seguidor.

Mais uma coisa. Não sobrecarregue os usuários com um monte de hashtags. #Ninguém #gosta #de #ler #um #tuíte #assim.

Fotos, vídeos, gifs e enquetes

O Twitter hoje vai muito além dos microtextos. A ferramenta permite que os posts contenham fotos, vídeos e gifs animados, além da ferramenta para a criação de enquetes.

Esses conteúdos costumam gerar bom engajamento e podem também ser utilizados em threads e complementos aos posts escritos. Gifs e imagens também vão muito bem em respostas aos comentários de outros usuários.

Horários

Existem muitas pesquisas sobre os melhores horários para se postar no Twitter, porém, os resultados variam muito de uma para outra. Além disso, outros estudos afirmam que um tuíte tem vida útil entre 16 e 24 minutos.

Portanto, faça uma pesquisa dentro do seu público. Teste a performance de seus posts com diferentes conteúdos e horários para descobrir o que melhor funciona e ter melhores resultados.

Não se esqueça da narrativa!

A comunicação via Twitter, assim como nas demais redes sociais, deve fazer parte de um planejamento estratégico maior, com foco na construção da imagem e reputação do político. Para isso, a narrativa é fundamental.

 

Ainda sobre as narrativas, recomendo o artigo “Como construir boas narrativas”, do consultor e professor Marcelo Vitorino com dicas para a construção de boas narrativas para a comunicação política.

 

Gostou deste conteúdo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de novos artigos sobre Marketing Político ⬇⬇⬇

Avatar

Felipe Tonet

Flipboard

Jornalista, especializado em Gestão da Comunicação em Plataformas Digitais pela ESPM, é consultor e estrategista digital. Possui experiência em gestão de crises, construção de reputação digital e mobilização em mandatos políticos e campanhas eleitorais.

leia mais

Mais artigos do autor:

Logos da rede social LinkedIn Leia mais

23 de setembro de 2019

Avatar

A comunicação política no LinkedIn ainda é pouco explorada no Brasil. A rede pode ser uma ótima ferramenta para políticos e administrações públicas.

Crowdfunding eleitoral Leia mais

01 de julho de 2019

Avatar

O crowdfunding eleitoral surge como uma ferramenta interessante para a captação de recursos para as campanhas e a aproximação com o eleitorado.

Artigos Relacionados:

Leia mais

18 de setembro de 2019

Tainã Gomes de Matos

Conteúdos políticos, inclusive as emendas parlamentares, precisam de "traduções" para garantir que a mensagem faça sentido para o eleitor. Saiba mais!

Como agir na crise - Marcelo Vitorino Leia mais

09 de setembro de 2019

Avatar

Como lidar com a gestão de crises de fatos do passado e combater fake news utilizando a militância de seu candidato? Saiba mais!