“A comunicação de governo tem que ser dialógica, jamais uma imposição vertical”

Na próxima quinta-feira (28/02), a Presença Online realiza o Seminário Comunicação Política 2019. O evento abordará aspectos da comunicação política para finalidade informativa relacionada a mandatos políticos, visando aproximar a sociedade civil das discussões e debate das pautas democráticas.

Abordando o tema Gestão de reputação política no mandato, Fábio Gomes, autor do livro Comunicação Dialógica e Reputação Eleitoral: o percurso gerativo do voto, será um dos palestrantes do Seminário e conversou como Marketing Político Hoje contando um pouco sobre sua abordagem.

Qual o tema de sua palestra e qual a relevância do tema para os participantes do Seminário Comunicação Política 2019?

O seminário retrata a questão da comunicação política e em mandatos, então o tema da minha palestra é sobre reputação política de mandatos. Vou apresentar alguns conceitos de reputação e a defesa de uma abordagem de reputação política que uso há 20 anos ,e as suas dimensões, que são elementos importantíssimos para se planejar a reputação política do mandato. Quais elementos devem ser gerenciados, isto é, quais elementos da comunicação política, no que tange à gestão da reputação política.

Para você, qual o futuro da comunicação política e de governo?

Desde os anos 50 a forma de comunicar vem se transformando. Em consequência, surgem muitas inovações e reformulações nas formas de comunicar e nas formas de pensar a comunicação. Mas eu acredito que o que se sustenta no tempo é a interação com os públicos. Você pode observar mudanças no jeito de comunicar, mas o conceito de interação com as pessoas, com os públicos, com os eleitores, com os cidadãos, esse conceito não se transforma. Ele deve ser adequado na sua forma de executar a comunicação, mas essa essência não deve ser perdida.

E a internet? Na sua opinião, qual o papel desse meio na comunicação política e governamental?

Internet é de fato o novo meio, o novo veículo nessas transformações sucessivas para acessar o eleitor, o cidadão. Então para alimentar essa essência, para usar, para fazer a manutenção e a construção da reputação política, da elaboração das estratégias da comunicação política, a internet nunca estará fora depois de todas essas inovações. Mas tendo sempre o cuidado de não abandonar o essencial com a adaptação da forma: a essência é a interação, jamais a imposição de uma comunicação vertical ou monológica.

Sempre no diálogo, isso que a internet deve exercitar. Esse é o pensamento fundamental para a pessoa que trabalha com a comunicação política.

 

 

Fábio Gomes é Diretor-Presidente e fundador do Instituto Informa em 1997. Sociólogo (UFJF), Mestre em Administração (FGV), Especialista em Comunicação Política (USP), Doutorando em Comunicação (PUC-SP). Autor do Livro: Comunicação Dialógica e Reputação Eleitoral: o percurso gerativo do voto
Membro da ESOMAR – European Society for Opinion and Marketing Research.

Maíra Moraes

Maíra Moraes

Flipboard

Doutoranda em Comunicação e Sociedade na Universidade de Brasília (UnB), pesquisa as relações de poder implicadas no processo de produção de notícias e como as realidades são construídas por meio de narrativas e práticas dominantes. É gerente de projetos certificada PMP®, especializando-se na implementação de metodologias híbridas (presencial e a distância) de educação em redes públicas estaduais e municipais.

leia mais

Mais artigos do autor:

imagem de uma mulher sorrindo com as informações do fórum política por elas Leia mais

23 de outubro de 2019

Maíra Moraes

Realizado em Brasília, no dia 18 de novembro, o “Fórum Política por Elas” é realizado pela Presença Online, escola de marketing e comunicação política.

marketing político digital Leia mais

19 de março de 2018

Maíra Moraes

Para 2018, a escola de marketing digital Presença Online e Marcelo Vitorino, preparam-se para o lançamento de um programa completo de formação a distância para o mercado eleitoral.

Artigos Relacionados:

Logos da rede social LinkedIn Leia mais

23 de setembro de 2019

Avatar

A comunicação política no LinkedIn ainda é pouco explorada no Brasil. A rede pode ser uma ótima ferramenta para políticos e administrações públicas.

Leia mais

18 de setembro de 2019

Tainã Gomes de Matos

Conteúdos políticos, inclusive as emendas parlamentares, precisam de "traduções" para garantir que a mensagem faça sentido para o eleitor. Saiba mais!