O que um analista de mídia social para política precisa saber?

A cada ano, aumentam as oportunidades de trabalho que envolvem comunicação e marketing político. Boa parte do crescimento dessa demanda vem da necessidade de políticos estabelecerem  uma comunicação com seus públicos muito antes do período eleitoral, ocasião em que estão em campanha como candidatos. E é neste momento que profissionais de comunicação, como analista de mídia social para política, entram em cena. 

O número de mandatários em cargos no Brasil passa de 60 mil! Fora os eleitos, ainda há um universo de possibilidades para quem quer trabalhar com comunicação política: sindicatos, câmaras de vereadores, secretarias de comunicação de prefeituras, assembleias legislativas, órgãos do judiciário, Câmara dos Deputados e até mesmo o Senado Federal. Mas, não acabou, pois ainda temos os trabalhos voltados para a comunicação eleitoral, como no caso das eleições municipais de 2020 que já estão aí. 

Funções de um analista de mídia social no marketing e na comunicação política e eleitoral

Apesar de estarem inseridos em realidades bem diferentes, algumas atribuições do analista de social mídia que atue na comunicação e no marketing político são, em tese, bem parecidas com as realizadas no mercado tradicional. Dentre as atividades desenvolvidas por estes profissionais estão:

imagem com um computado e mensagens para representar a atividade do analista de mídia social

  1. Gerenciar canais digitais, respondendo comentários e provocando interações;                                                                                                               
  2. Publicar conteúdos nas redes sociais como Facebook e Instagram;                                                                                                                                    
  3. Enviar mensagens por meio de aplicativos como WhatsApp, por e-mail e chatbots;                                                                                                       
  4. Mensurar resultados de ações na internet.                                                                                                                                                                                                Independente da área de formação do profissional, para atuar neste mercado ele precisará ampliar o que costumo chamar de tripé de conhecimentos, que abrange tecnologia, comunicação e política. Sem esta base, os trabalhos ficarão comprometidos e podem não atingir os resultados desejados. Falo sobre este e outros assuntos no livro Coisas Que Todo Profissional Que Quer Trabalhar Com Marketing Político Digital Deveria Saber, vale a leitura!

 

O que um analista de mídia social para política deve saber

Além das competências básicas para o exercício da função, é preciso deter um conjunto de características específicas para ocupar as melhores posições e preparei algumas dicas para você:

  •  Não basta saber o básico, é preciso possuir conhecimento PROFUNDO de redes sociais. Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e WhatsApp. Por exemplo, dentre outras coisas, não saber regionalizar uma publicação no Facebook já mostra que não está apto.
  •  Você deve ter conhecimentos sobre planejamento e redação de conteúdos políticos e eleitorais para as redes sociais. Por exemplo, redes são espaços de relacionamento e entretenimento, não cabendo tom de release jornalístico, nem conteúdos puramente técnicos, sem linha narrativa.

Quer conferir todas as dicas que preparei sobre o cargo de analista de mídia social para política e saber o endereço de um quiz para testar seus conhecimentos na área? Assista ao vídeo ⬇⬇⬇

Como observações finais, saliento que quem deseja trabalhar como no ambiente corporativo, deve continuar nele. A política é para profissionais que gostam dessa rotina e deste ambiente. Não é para quem apenas precisa de um emprego ou quer ser melhor remunerado. Não é um trabalho comum, é para quem quer uma carreira. Se for apenas por remuneração não poderá dar o que se demanda e acabará se frustrando ou atrapalhando o contratante.

Gostou deste texto? Confira o artigo da Fernanda Camargos com dicas para quem está começando no marketing político!

banner com foto do profesor de marketing político marcelo vitorino e seu número de telefone para a lista de transmissão

Marcelo Vitorino

Marcelo Vitorino

Flipboard

Professor na ESPM e consultor de comunicação e marketing digital, reúne experiência no marketing corporativo, eleitoral, institucional e político. Costumo enviar conteúdos de comunicação e marketing político por WhatsApp. Caso queira receber, basta adicionar o meu número (61) 99815-6161 na sua lista de contatos e me mandar uma primeira mensagem com seu nome.

leia mais

Mais artigos do autor:

Whatsapp business - Marcelo Vitorino Leia mais

11 de abril de 2018

Marcelo Vitorino

Qual é a melhor maneira de se utilizar o WhatsApp para o seu candidato? Métodos e dicas eficazes para gerar uma boa comunicação via WhatsApp com sua a militância e a população.

Reforma política: novas regras para campanhas políticas reforçam o papel da internet na busca por votos Leia mais

09 de dezembro de 2015

Marcelo Vitorino

Redução do tempo campanha política na tv, proibição de doações privadas e permissão para candidatos se lançarem antes do período eleitoral favorecem a web

Artigos Relacionados:

A pior coisa em trabalhar com marketing político Leia mais

24 de outubro de 2020

Marcelo Vitorino

Campanhas políticas são ambientes de muita pressão e ansiedade. O que fazer quando candidatos são influenciados por terceiros?

Leia mais

20 de abril de 2020

Maíra Moraes

Que tal aproveitar a onde de lives e transmissões ao vivo para aprender um pouco mais sobre comunicação e marketing político? Confira nossas recomendações!