A revolução da música na web

Para quem gosta de ouvir uma boa música e está sempre com dificuldade de encontrar nas rádios, alguns serviços prometem melhorar muito a sua vida. Tempos atrás você podia utilizar um serviço chamado Grooveshark, um grande repositório de música, mas tinha um pequeno problema: ele não pagava a licença para ninguém. Ele acabou sendo descontinuado por uma ação dos detentores de diretos das músicas.

Para quem ficou órfão da plataforma, opções não vão faltar. Hoje temos, por exemplo,  DeezerSpotify,  Apple Music e também  o Google Play. Todos são ferramentas de streaming de música. Inclusive prometem mais de 30 milhões de música no seu acervo.

Como você usa?

Todos têm aplicativo para celular e também têm sites. Quando você entra no Deezer, você escolhe as suas músicas preferidas, procura seus autores e monta suas listas, como por exemplo, gosto de ouvir algumas músicas durante o almoço, prefiro ouvir algumas músicas enquanto eu trabalho. Você vai no aplicativo, monta sua lista e a partir daí o serviço consegue lhe oferecer outras músicas, de outros artistas com base nas suas escolhas.

E quanto custa essa história?

Os primeiros 30 dias são gratuitos em quase todas as plataformas, com excessão da Apple Music que são 90 dias. Mensalmente, para acessar as músicas paga-se cerca de R$ 14,90, valor é muito próximo em todas as plataformas.

E uma coisa é muito bacana. Você não precisa estar conectado à internet para ouvir a música. Todos eles têm um sistema de música off line. Então em vez de você comprar um CD, como fazíamos antigamente, gastando entre R$ 30 e R$ 40, você paga R$ 14,90 por mês e pode usar tudo. Vale a pena para ter um acervo completo como os destas plataformas.

Quem é usuário da Apple, aposte o Apple Music. Vale a pena. Se não é, recomendo o Deezer. Foi o que eu gostei mais pela facilidade de encontrar as músicas e compartilhar com seu irmão, por exemplo, que também pode acrescentar outras músicas na lista. Você terá a oportunidade de conhecer novas músicas.

Marcelo Vitorino, Momento Conectado para a Rádio Boa Nova

 

Marcelo Vitorino

Marcelo Vitorino

Flipboard

Professor na ESPM e consultor de comunicação e marketing digital, reúne experiência no marketing corporativo, eleitoral, institucional e político. Costumo enviar conteúdos de comunicação e marketing político por WhatsApp. Caso queira receber, basta adicionar o meu número (61) 99815-6161 na sua lista de contatos e me mandar uma primeira mensagem com seu nome.

leia mais

Mais artigos do autor:

5 coisas que todo prefeito deveria saber sobre 2020 - Marcelo Vitorino - marketing político digital Leia mais

09 de abril de 2019

Marcelo Vitorino

Candidato a prefeito em 2020? Leia sobre: coligação proporcional, uso de WhatsApp, construção de narrativa, fake news e uso indevido de redes sociais

Como evitar haters nos anúncios Leia mais

12 de setembro de 2018

Marcelo Vitorino

Entenda a importância de se usar a opção exclusão de públicos para evitar os comentários de haters nos anúncios patrocinados.

Artigos Relacionados:

umagem do advogado eleitoral gustavo kanffer com o texto: quando começa a pré-campanha Leia mais

06 de novembro de 2019

Avatar

Com apenas 45 dias de campanha, é preciso aproveitar o período da pré-campanha para trabalhar sua reputação. Mas quando ela começa? Descubra agora!

Letras formando a palavra Twitter Leia mais

04 de novembro de 2019

Avatar

Anúncios políticos não são o problema. O Twitter deveria tomar medidas para combater as redes de perfis falsos e bots que tentam manipular o debate público.